Autoria – um post contra o plágio e pelos direitos autorais

Hoje tive uma excelente discussão sobre o conceito de autoria ao longo da história da leitura. Um dos pontos levantados nessa discussão foi como a tecnologia torna a autoria de praticamente qualquer obra uma autoria coletiva. É o que acontece nas comunidades do Orkut em que se discutem obras – sejam elas filmes, livros, séries de tv – e se propõem novos episódios, novos personagens, outros rumos. Fascinante isso.

Entretanto, há algo de terrível e de podre nessa facilidade de acesso aos outros e ao que eles escrevem. Não, não é à pirataria que me refiro. Embora a pirataria seja crime por violar os direitos de distribuição e de comercialização de uma obra, há outro crime pior, no meu ponto de vista, do que a pirataria. O plágio.

Plagiar uma obra é pior do que pirateá-la porque quem busca uma cópia pirata sabe o que está adquirindo: quem é o compositor, o autor, o diretor, qual seja a figura máxima do gênero ao qual a obra pertence. Os dados estão lá, a identidade está lá, preservada. Se o autor não ganha financeiramente com a obra, pelo menos não tem o seu esforço completamente desmerecido: seu nome é divulgado.

O plágio faz pior. Muito pior. Não só o plagiador distribui ilegalmente a obra como ele se apropria dela, como se fosse sua. Nada do esforço intelectual de quem produziu o texto, a música, o filme é considerado. Apaga-se a sua identidade. Plagiar é sentar sobre os ombros de quem se esforça e colher o reconhecimento desse esforço sem efetuar o mínimo trabalho intelectual. No caso de um texto, bastam duas combinações: ctrl+c ctrl+v. Pronto, o trabalho é seu, a obra é sua, aplausos.

Os textos que eu disponibilizo aqui, no Literarizando, são fruto de pesquisa, de trabalho intenso, de suor. Eu cito as minhas fontes, apresento as minhas referências. Um post, às vezes, demora dias para ser feito, pois imagens, textos, vídeos precisam ser escolhidos, observados, links testados, revisão textual feita. E eu preciso ter aquele mínimo de inspiração para tentar fazer o que é difícil ficar fácil e a leitura ser agradável, como deve ser a leitura de um blog. O Literarizando é um espaço que amo e ao qual dedico carinho, atenção, dedicação. Por isso mesmo ele está ali, registrado no Creative Commons License. Os direitos autorais são registrados. Tudo que aqui está escrito é apresentado ao público para disponibilizar informação, e eu não ganho um único centavo para isso. Minha recompensa é o retorno, os acessos, os elogios, os comentários que dizem que eu pude ajudar em alguma coisa. E além disso eu só preciso de uma coisa de meus leitores: respeito. Respeito ao meu trabalho, ao meu esforço. Só.

Poucas coisas me tiram do sério. Apesar de meus alunos acharem que eu sou uma criatura muito brava, na verdade, eu tenho uma paciência infinita. Mas tenho os meus pontos sensíveis. E esses eu defendo como bicho. Cutucá-los não é nada recomendável. E o meu trabalho é um desses pontos sensíveis.

Que fique bem claro: qualquer caso de plágio a texto desse blog é me cutucar num ponto sensível. Não tenham dúvidas de que eu acionarei a justiça para defender o meu esforço, o meu trabalho. Se quiserem reproduzir o texto, podem fazê-lo, mas com o respeito que meu trabalho merece — citar onde ele foi encontrado.

Este post é dedicado ao Sr. Igor Sousa, que seja quem for, não se esforçou nem mesmo a eliminar os negritos do MEU texto, e ao Webartigos, que publica textos sem verificar sua originalidade. A ambos o meu sorriso irônico — que meus alunos definem como de um tubarão branco com fome — e a minha contagem regressiva. E não sou nada paciente e conto rápido. Caso o plágio permaneça no ar, eu não hesitarei em defender meus direitos. Como diria meu avô, estão avisados: eu dou um boi para não entrar numa briga; e uma boiada inteira para não sair dela.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s